Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Postado em:

Estratégias de Marketing Digital para Rede Hoteleira

Existem algumas estratégias de marketing digital para rede hoteleira que são essenciais para atrair mais hóspedes.

Ter os quartos cheios durante o ano todo não é uma tarefa fácil, não é mesmo? A rede hoteleira possui um árduo trabalho de visibilidade diante dos seus futuros hóspedes, pois, apesar de viajar ser um dos maiores desejos de várias pessoas, não existe nenhum destino ou hotel que seja sempre o preferido.

Os hábitos de consumo dos viajantes foram completamente transformados com a internet. Nesse sentido, é notório que grande parte deles utilizam as mídias sociais para planejarem suas próximas viagens.

Além disso, muitos dos viajantes se inspiram em novos destinos através das redes sociais como Facebook ou Instagram. Por essa razão, esses dados já justificam o uso de estratégias de Marketing Digital para Rede Hoteleira.

Cada vez mais, os novos hóspedes procuram por referências online para conhecer as melhores opções de hospedagem e saber de experiências de outras pessoas, ou seja, o Marketing Digital para Hotéis deixou de ser uma opção e sim uma obrigatoriedade para quem deseja divulgar o seu negócio.

A seguir, vamos apresentar dicas de marketing para hotéis, pousadas ou resorts. Confira!

Marketing para hotéis – princípios básicos

  • Qualidade: este é o primeiro e mais importante de todos os princípios. Desse modo, você deve garantir que seu hotel tenha qualidade, conforto, limpeza, bom serviço e tudo que possa agregar experiência positiva a ele.
  • Diferencial: impressione seus hóspedes para que possam recomendar seus serviços. Faça a sua hospedagem ser diferenciada dos demais.
  • Disponibilidade: as pessoas buscam tudo na internet. Então se faz necessário estar presente em diversos canais como site, e-mail, redes sociais e um blog. Porém, apenas ter esses canais não será o suficiente se não estiver disponível para atendê-los online e resolver suas dúvidas.

Plano de Marketing Digital para Hotel

1. O poder do Branding

Branding, é uma palavra de origem inglesa que significa gestão de marcas. Refere-se à gestão da marca, como seu nome, imagens ou ideias a ela associadas.

Sendo assim, branding nada mais é do que a execução de estratégias para tornar sua marca reconhecida, incluindo slogans, símbolos, logotipos e demais elementos de identidade visual que representam seus produtos ou serviços.

2. Crie um site e um blog especializado

A internet possibilita o compartilhamento de experiência de viajantes, tirando das empresas a exclusividade das informações turísticas. Além disso, as experiências de quem já vivenciou, são mais significativas para quem procura opiniões reais.

Blogs e sites com dicas de roteiros, são os mais procurados por pessoas que estão planejando a sua próxima viagem. Assim, ao acompanhar os relatos nestes blogs e sites as pessoas alimentam o sonho de viajar ao redor do mundo e através deles, acontecem as tomadas de decisões.

O seu hotel online é seu site, através dele seu potencial hóspede vai conhecer seu negócio e tudo que você terá a oferecer.Então, para tornar agradável e atrativa a experiência do visitante do seu site , apresente o seu hotel com um texto de boas-vindas, descreva os ambientes, características e serviços oferecidos, inclua fotos dos quartos, das áreas comuns e da área de lazer. E também faça um tour virtual, no qual seja possível navegar pelo hotel de forma interativa.

3. Marketing de Conteúdo

O Marketing de Conteúdo é uma estratégia em evolução que inclui a produção de conteúdo relevante, o que aprimora o relacionamento da empresa com seus clientes, agregando valor e gerando opiniões positivas, trazendo assim maiores oportunidades de negócios.

A produção de conteúdo é fundamental para a geração de Leads e para a construção de uma base de contato interessada. E esse é o objetivo na hora de planejar o conteúdo de atração.

Os conteúdos que descrevem experiências inesquecíveis ou lugares durante uma viagem geralmente atraem a atenção de muitas pessoas. E assim, para se destacar nos primeiros resultados da pesquisa do Google, o ideal é otimizar o conteúdo.

O crescimento do acesso à internet tornou o ambiente virtual um elemento indispensável em grande parte dos negócios. Por isso é imprescindível estar informado e utilizar as técnicas de SEO.

SEO refere-se ao conjunto de técnicas com o intuito de melhorar a visibilidade de um site em mecanismos de buscas como o Google, Bing, Youtube, gerando aumento de tráfego orgânico grátis.

4. Vídeos institucionais e interativos

Os vídeos são a ferramenta de conteúdo mais visualizados na internet, se destacam por ser a forma rápida, dinâmica e facilmente assimilável de transmitir uma mensagem.

Um vídeo bem produzido é capaz de cativar os hóspedes em potencial, e pode apresentar o melhor que o seu hotel tem a oferecer. Assim também, é importante que o vídeo seja divulgado em seu site oficial e em suas redes sociais.

Os vídeos se destacam pela forma autêntica de entregar o conteúdo ao público. Além disso, ao compartilhar atrativos, experiências e os diferenciais do seu tipo de hospedagem através dos vídeos, faz toda a diferença na hora de chamar a atenção e fazer com que o viajante decida efetuar a reserva no seu hotel.

O Instagram, conta como uma ferramenta de divulgação extremamente útil para a era tecnológica que vivemos. Desse modo, uma dica valiosa é utilizar a função Stories com a possibilidade de gravar momentos espontâneos no seu hotel ou até mesmo fazer uma transmissão ao vivo através de uma “live”, o que gera um aumento de engajamento com seus seguidores.

imagem blog marketing digital hotel 1793 x 305 px - Estratégias de Marketing Digital para Rede Hoteleira

5. O potencial das Redes Sociais

Segundo dados do Monitor Mercantil (2021), o Brasil é o terceiro país que mais usa redes sociais no mundo, com uma média de 3h42m por dia. Ao considerar todos os países, o Brasil fica atrás somente da Filipinas e Colômbia, que gastam em média 4h15m e 3h45m, respectivamente.

Cerca de mais de 4,2 bilhões de pessoas utilizam redes sociais pelo mundo, o que representa 53,6% da população mundial.

imagem blog marketing digital hotel3793 x 305 px - Estratégias de Marketing Digital para Rede Hoteleira

No Brasil são mais de 150 milhões de usuários de redes sociais, e a taxa de usuários pelo total de habitantes é de 70,3%, um dos maiores dentre todos os países. Então, se torna algo fundamental para os hotéis manter uma presença intensa dentro das redes sociais.

Quanto a criação da sua página em uma rede social, é de suma importância que coloque todas as informações necessárias, para que as pessoas possam encontrá-la. São informações como: foto, uma boa descrição, meios de contato, localização, links, hashtags, etc. Tudo isso ajudará a sua página a ser encontrada com mais facilidade.

O grande segredo do marketing para redes sociais é estar presente naquelas redes que o seu hóspede em potencial está e nada melhor do que as mídias sociais mais comuns como o Facebook e Instagram.

E estando presente no Facebook e Instagram, é interessante publicar fotos e vídeos que mostram seu espaço e benefícios. Outro elemento fundamental para as redes sociais é a interação entre os membros. Para ter um público engajado, você deve estabelecer uma relação recíproca.

6. Google Ads para Hotéis

Na hora de conquistar clientes e aumentar a sua presença no mercado, algumas ferramentas do Google são bastante úteis e fazem toda a diferença para o seu negócio. Uma dessas ferramentas importantes é o Google Ads (antes conhecida como Google Adwords).

imagem blog marketing digital hotel 2793 x 305 px - Estratégias de Marketing Digital para Rede Hoteleira

Devido ao seu poder de alcance mundial, a plataforma de anúncios do Google é sinônimo de visibilidade e expansão, pois, contribui para impulsionar marcas e criar oportunidades de novos negócios.

O Google Ads é uma ferramenta de publicidade online. No momento em que uma busca é realizada, o usuário vai receber um anúncio de um produto ou serviço relacionado ao que está procurando. Para chamar a atenção, esses anúncios são posicionados em locais estratégicos da página.

Depois que alguém pesquisar por hotel nos buscadores ou Maps, um módulo de pesquisa de hotéis será exibido com fotos, nomes, preços e um mapa com a localização do estabelecimento. Para hotéis, é um formato que permite visibilidade em uma seção destacada entre os resultados da busca.

7. Descontos estratégicos para hotéis

Saber como utilizar as promoções de forma estratégica, a fim de melhorar os lucros do local, são essenciais. Em geral, há condições que tornam interessante a realização de promoções:

  • Eventos na região e festas locais;
  • Datas comemorativas;
  • Baixa temporada;
  • Descontos relâmpagos;
  • Programa fidelidade;
  • Descontos direcionados para grupos específicos.

É fundamental que as promoções sejam divulgadas no site oficial e nas principais redes sociais do hotel, além de sites especializados em reservas. Afinal, o importante é fazer com que a informação chegue ao conhecimento do seu público.

Você tem investido em uma boa estratégia de Marketing Digital para o seu estabelecimento? Faz parte do setor hoteleiro e gastronômico? Continue conferindo mais conteúdos como este e saiba como ter um diferencial no seu negócio.

Não deixe de visitar o site da Loja Brazil que é referência em Equipamentos em Aço Inoxidável Comerciais e Industriais. Siga-nos também nas redes sociais!

Compartilhe, , Google Plus, Pinterest,

Imprimir

Postado em:

Dicas para evitar Fraudes em compras online

Existem algumas estratégias de marketing digital para rede hoteleira que são essenciais para atrair mais hóspedes.

O comércio eletrônico no país, teve um crescimento significativo com a pandemia – Covid-19, aumentando consideravelmente, o número de golpes envolvendo as lojas on-line.

De acordo com pesquisas relacionadas a fraudes na internet no Brasil, produtos como celulares, games, alimentos, bebidas e produtos automotivos são os maiores alvos dos fraudadores, pois são revendidos facilmente.

Segundo dados da ClearSale, em 2020, de março – início da pandemia até dezembro, foram registradas 3,2 milhões de tentativas de fraude no e-commerce, sendo que em 2019 foram identificadas 2,2 milhões de tentativas, uma alta de mais de 45% em relação ao mesmo período.

O diretor da ClearSale, afirma que as pessoas estão mais atentas, mas o fraudador também. A partir do momento que uma estratégia deixa de gerar dados para ele realizar a fraude, ele muda de estratégia, por exemplo, os golpes de alguns anos atrás que ofereciam iPhones a preços muito abaixo do mercado para atrair vítimas. Hoje, as pessoas já tem consciência que não existe iPhone de R$ 200,00.

Neste artigo, vamos apresentar 4 dicas simples para evitar que você caia em golpes via e-commerce. Confira!

Dicas para evitar fraudes em compras on-line

Em geral, as fraudes acontecem a partir de compras aparentemente legítimas, porém, realizadas com cartões de crédito clonados ou roubados. As fraudes são uma das principais geradoras de chargeback para o e-commerce brasileiro.

Prevenir fraudes no comércio eletrônico é um trabalho que exige estrutura tecnológica e alto nível de inteligência humana, pois, as técnicas dos fraudadores estão melhorando a cada dia.

Para que esse combate às fraudes seja eficaz, o sistema utilizado deve ser capaz de compreender o comportamento do consumidor em todo o mundo digital, não apenas na loja virtual onde a compra é realizada.

1. Links estranhos

Não confie em links de fontes desconhecidas. Muitos deles são usados para roubar dados do consumidor. Verifique se o endereço eletrônico está correto e procure o selo de segurança na página.

Para garantir que a página seja oficial, procure nos buscadores do Google, sites falsos são difíceis de aparecer no topo da pesquisa.

Com tantos endereços maliciosos, o perigo de cair em um deles por engano aumenta. E é essa a ideia dos criminosos virtuais. Para isso:

  • Instale um bom antivírus
  • Fique atento ao contexto
  • Verifique se o site é seguro

2. Falsas promoções e phishing

O comércio eletrônico foi uma das melhores invenções que a internet nos proporcionou. Com o isolamento social imposto pela pandemia da Covid-19, o e-commerce deixou de se tornar dispensável para virar uma necessidade.

Embora a oferta de comércio eletrônico continue a aumentar, a incidência de crimes cibernéticos destinados a tirar proveito dessa situação também está aumentando.

Os golpistas sabem que os brasileiros fazem compras on-line compulsivamente e sabem como usar métodos para enganar os usuários descuidados da internet.

Para roubar dados, os criminosos usam uma estratégia chamada “phishing”, que trata-se do crime de enganar as pessoas para que compartilhem informações confidenciais como senhas e número de cartões de crédito.

Essa estratégia geralmente envolve links falsos para fornecer produtos e serviços a preços muito abaixo do preço de mercado.

Portanto, se o consumidor realmente precisa do produto, o indicado é acessar a página oficial da loja e utilizar este canal para compras. Isso evita que os clientes cliquem em links falsos e paguem por produtos que jamais receberão, evitando tanto as perdas morais quanto econômicas.

3. Cuidado com as senhas

O uso de senhas fortes é muito importante para evitar que criminosos acessem dados de consumidores em loja on-line.

Evite usar senhas que incluam data de nascimento, nome da mãe ou a mesma senha para vários sites. Esta é uma operação simples, mas pode manter os fraudadores afastados.

Lembre-se de que eles estão procurando sempre a alternativa mais fácil.

  • Evite senhas comuns, nomes, datas, placa de automóvel, número de telefone;
  • Escolha senhas complexas, que intercalam números e letras;
  • Troque sua senha após a primeira conexão, garantindo assim o sigilo e privacidade de seus dados;
  • Altere sua senha em um período de dois a três meses de utilização;
  • Prefira memorizar sua senha, evitando anotações;
  • Prefira sempre digitar sua senha ao invés de salvá-la em telas de conexão;

4. Métodos de pagamento – Gateways

Embora a pandemia da Covid-19 tenha causado um crescimento explosivo de pequenas lojas que não têm tempo para implantar métodos de pagamento mais complexos, é necessário ficar atento a pagamentos por transferência bancária ou depósito / transferência para conta pessoal.

Dê preferência a lojas que disponibilizam um gateway de pagamento – Mercado Pago, PagSeguro, PayPal e derivados. Dessa forma, mesmo que a transação seja feita por meio de um boleto bancário, você pode contestar e entrar em contato com esses intermediários para tentar receber seu dinheiro de volta.

DICA: Implemente ferramentas de sistemas antifraude.

Ferramentas pertencentes a empresas especializadas na prevenção e combate à fraude são muito eficazes na redução das taxas de reembolso no comércio eletrônico.

Na tradução literal, o chargeback refere-se às transações virtuais, onde é realizado o cancelamento de uma compra em que o consumidor titular desconheça uma cobrança ou parte dela.

Em outras palavras, isso acontece quando o titular do cartão contesta a cobrança e precisa que seja devolvido o valor. Ou seja, nada mais é do que uma reversão de vendas por meio de cartões.

Referência no comércio eletrônico do segmento de Equipamentos Comerciais e Industriais, a Loja Brazil oferece as melhores opções em Aço Inox. Visite o site da Loja Brazil e se inscreva em nossa newsletter para ficar por dentro das novidades e tendências do setor da gastronomia.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *